"Hulkinho do Tráfico": criminoso é preso por venda de sexo e drogas a clientes no DF

·1 minuto de leitura
"Hulkinho do Tráfico" foi preso em flagrante - Foto: Reprodução
"Hulkinho do Tráfico" foi preso em flagrante - Foto: Reprodução
  • Criminoso foi detido em flagrante quando vendia drogas próximo a uma padaria

  • O rapaz trabalhava como garoto de programa e fazia vendas conjuntas de drogas a seus clientes

  • Ele tentou fugir da polícia, mas foi alcançado e responderá pelo crime de tráfico de drogas

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu na última terça-feira um traficante e garoto de programa conhecido como “Hulkinho do Tráfico”. As informações são do portal Metrópoles.

Jean Ferreira Leal trabalhava principalmente em festas voltadas para o público gay em Brasília. Ele fazia vendas casadas ao marcar programas com clientes, nos quais oferecia maconha, cocaína e drogas sintéticas a seus parceiros.

Leia também

Segundo a polícia, Jean também vendia entorpecentes para clientes cativos de bares no Plano Piloto.

O suspeito foi preso em flagrante em meio a uma operação deflagrada pela Seção de Repressão às Drogas (SRD) da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). Ele responderá pelo crime de tráfico de drogas.

Jean atuava em bares e festas de Brasília - Foto: Reprodução
Jean atuava em bares e festas de Brasília - Foto: Reprodução

Suspeito tentou fugir da polícia

O rapaz estava próximo a uma padaria e vendia cocaína a um cliente quando foi surpreendido pela polícia. Jean ainda tentou fugir, atirando mesas e cadeiras do estabelecimento na direção dos agentes, mas foi alcançado pouco depois.

O “Hulkinho” tentou se livrar dos entorpecentes que estavam com ele, mas sem sucesso. Os policiais conseguiram apreender as drogas.

Testemunhas ouvidas na delegacia confirmaram que tinham costume de comprar entorpecentes com o suspeito, especialmente em festas e bares da capital federal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos