Ibama manda abater 227 javaporcos encontrados em fazenda no norte de MG

·1 minuto de leitura

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) autorizou nesta quarta-feira o abate de 227 javaporcos. Os animais foram localizados em uma fazenda situada no município de Manga, região Norte de Minas Gerais, durante uma fiscalização realizada em parceria com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

Os javaporcos são bichos exóticos e híbridos, surgidos do cruzamento entre o javali e o porco doméstico. Eles são considerados de alto risco ao meio ambiente, à agricultura e também à sanidade animal. Por esses motivos, a criação desses animais é proibida.

"Ao todo, 227 animais foram encontrados em propriedade localizada no município de Manga (MG). O infrator foi multado em R$ 47,4 mil e recebeu notificação para realizar o abatimento", informou o Ibama, por meio de nota.

De acordo com o órgão ambiental, a criação de javalis e seus híbridos está proibida no país desde 1998. E desde 2013 esses animais são reconhecidos como espécie exótica invasora por serem considerados de alto risco ao meio ambiente, à agricultura e à sanidade animal.

Um macho adulto pode pesar até 260 kg, com 1,80m de comprimento e 1m de altura. Eles possuem dentes caninos maiores e causam danos em culturas, florestas e na fauna, quando invadem campos e florestas, tomam o habitat de animais nativos, pisoteiam nascentes, destroem plantas e lavouras.

Outro problema diz respeito à alta capacidade reprodutiva do animal. Eles também se adaptam muito facilmente e são predatórios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos