IBGE estima que quase 30 milhões de brasileiros não usaram internet em 2021

Em junho, uma pesquisa mostrou que o Brasil é o quarto país com maior presença na internet (Getty Creative)
Em junho, uma pesquisa mostrou que o Brasil é o quarto país com maior presença na internet (Getty Creative)
  • Pnad C aponta que 28,2 milhões de pessoas no Brasil não usaram a internet no ano passado;

  • Número corresponde a 15,3% da população brasileira maior de 10 anos de idade;

  • Pesquisa também ressalta que a faixa etária compreendida entre 25 e 29 anos foi a que mais usou a internet em 2021.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), feita no 4º trimestre de 2021 e divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que 28,2 milhões de pessoas no Brasil não usaram a internet no ano passado. Esse número corresponde a 15,3% da população maior de 10 anos de idade.

Por conta da pandemia, a última edição do estudo havia sido realizada em 2019. Naquela época, o número de pessoas que não haviam usado a internet no Brasil durante o ano foi de 36,9 milhões de pessoas, ou 20,5% da população com mais de 10 anos.

A pesquisa também verificou os motivos para não usar a internet. Quase 43% dos entrevistados responderam que era por não saber como utilizá-la. Para 27,7%, faltou interesse em usar; 20,1% alegaram que Serviço de acesso à Internet ou equipamento eletrônico necessário era caro. E por fim, 5,3% responderam que o Serviço de acesso à Internet não estava disponível nos locais que frequentam.

A pesquisa também ressalta que a faixa etária compreendida entre 25 e 29 anos foi a que mais usou a internet em 2021. E pela primeira vez, mais da metade dos idosos brasileiros acessaram o serviço.

Falta de conhecimento

Em junho, uma pesquisa inédita realizada em colaboração pelo Google com a McKinsey mostrou que o Brasil é o quarto país com maior presença online. No entanto, os conhecimento dos brasileiros não foi considerado "sofisticado".

De acordo com o levantamento "Digital Skills Index - Índice de Habilidades Digitais", apesar de 70% da população usar redes sociais e passar mais de 9 horas por dia conectada, falta habilidades no uso de ferramentas de criação e programação.

O estudo aponta que um investimento nessas áreas poderia aumentar R$ 380 na renda mensal, injetando U$ 70 bilhões no PIB brasileiro até 2025.