Ibovespa destoa de NY e tem firme avanço com ações de commodities

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa brasileira subia nesta sexta-feira, mesmo com o recuo em Wall Street, diante de sessão positiva para ações de commodities e de bancos.

Vale, Petrobras e Bradesco eram as principais influências para a alta, enquanto shoppings centers também se destacavam com resultados positivos e consolidação do setor. Suzano cedia na ponta oposta.

Às 11:51 (de Brasília), o Ibovespa subia 1,07%, a 111.095,97 pontos, a terceira alta seguida. O volume financeiro era de 9,1 bilhões de reais.

O índice estava estável na semana, depois de três semanas de baixa, enquanto caminhava para fechar abril em queda de 7,5%, depois de quatro avanços mensais seguidos.

Para Pedro Paulo Silveira, gestor na Nova Futura, a queda dos índices nos Estados Unidos no dia ocorre por pressão das ações de tecnologia "e nós somos commodities", disse ele, em referência ao peso relevante que papéis de exportadoras de matéria-prima têm no Ibovespa. "Essa é a explicação" para o movimento dos ativos acionários locais no pregão, acrescenta ele.

Entre os dados econômicos divulgados pela manhã, destaque para a taxa de desemprego de 11,1% no Brasil nos três meses até março, estável em relação ao trimestre encerrado em dezembro e abaixo da estimativa de analistas de 11,4%, segundo pesquisa da Reuters.

Os principais índices em Wall Street cediam entre 1,2% e 1,9%, em meio à reação negativa dos investidores ao balanço financeiro da Amazon, cujas ações desabavam quase 12%. Dado de inflação ao consumidor nos EUA também estava no radar.

DESTAQUES

- VALE ON tinha alta de 2,2%, a terceira seguida, após salto de mais de 4% dos contratos de minério de ferro em Dalian, beneficiados por expectativas de demanda, já que a China prometeu intensificar medidas para estabilizar a economia. Entre as siderúrgicas, CSN ON era destaque positivo com avanço de 1,4%.

- PETROBRAS PN apontava acréscimo de 3,7%, assim como ON, diante de alta de mais de 2% do petróleo com preocupação por oferta relacionada à guerra entre Ucrânia e Rússia. PETRORIO ON disparava 5%, também em meio à elevação por analistas do Credit Suisse do preço-alvo da ação de 30 reais para 35 reais. O papel negociava a 27,60 reais.

- BRADESCO PN aumentava 1,8% e ITAÚ UNIBANCO PN crescia 1,2%, em sessão positiva para os bancos, apesar de elevação em um ponto percentual da taxação do setor através da CSLL.

- BR MALLS ON expandia 3,1%, após seu conselho de administração recomendar a aprovação por acionistas da venda da companhia à rival Aliansce Sonae, cujas ações ordinárias exibiam alta de 2,7%. A Aliansce não faz parte do Ibovespa.

- MULTIPLAN ON valorizava-se 4,6%, depois de salto de 270,5% no lucro líquido no primeiro trimestre na comparação anual, uma vez que as vendas em seus shopping centers ganharam tração na esteira da gradual flexibilização das medidas de isolamento social.

- HYPERA ON caía 1,2%, após abertura positiva, na sequência de divulgação de balanço financeiro. A farmacêutica registrou alta de 13,6% no lucro líquido de janeiro a março sobre mesma etapa de 2021, com o crescimento das vendas acima da média do mercado compensando o efeito de maiores despesas financeiras.

- LOCAWEB ON caía 2,6% e liderava perdas em percentual do índice. Analistas do Credit Suisse cortaram o preço-alvo da ação. INTER UNIT cedia 1,5%.

- SUZANO ON perdia 1,5%, ainda que empresa tenha anunciado elevação nos preços da celulose na América do Norte e Europa a partir de maio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos