Ibovespa fecha em alta após Bolsonaro declarar respeito pelas instituições

·2 minuto de leitura
Painel eletrônico com cotações de ações na B3.

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira, reagindo fortemente na última meia hora do pregão após o presidente Jair Bolsonaro divulgar nota oficial, na qual afirmou respeito pelas instituições da República.

Antes da nota, a bolsa paulista ainda mostrava fragilidade devido ao agravamento da tensão institucional após declarações de Bolsonaro no Dia da Independência, bem como mais um dado forte de inflação e a mobilização de caminhoneiros, somando-se a um rol de adversidades que tem minado as ações brasileiras.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,72%, a 115.360,86 pontos, tendo chegado a 116.353,62 pontos no melhor momento do dia (+2,59%). Na mínima da sessão, recuou 0,86%, a 112.435,11 pontos.

O volume financeiro da sessão somou 38,9 bilhões de reais.

Na véspera o Ibovespa caiu quase 4% após Bolsonaro atacar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em manifestações na terça-feira e ameaçar descumprir ordens judiciais.

Nesta quinta, ele disse que nunca teve a intenção de agredir quaisquer dos Poderes e que as pessoas que exercem o poder não têm o direito de "esticar a corda" a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.

A nota foi publicada após Bolsonaro ter se reunido com o ex-presidente Michel Temer, em Brasília.

Para o analista da Clear Corretora Rafael Ribeiro, Bolsonaro "colocou panos quentes" sobre suas últimas declarações, reduzindo riscos, o que foi respondido pelos investidores.

Apesar do alívio, o cenário do mercado brasileiro, com dúvida sobre o andamento da pauta econômica, crise hídrica, inflação elevada e movimentação de caminhoneiros, entre outros fatores, deve continuar ditando volatilidade.

Esses componentes, combinados com ruídos no exterior, tiram a visibilidade do investidor, segundo o responsável pela mesa de ações da Western Asset, Naio Ino. "O momento segue de cautela."

No exterior, o índice S&P 500 terminou em baixa após os pedidos semanais de seguro-desemprego nos EUA amenizarem temores de uma desaceleração da recuperação econômica, mas alimentarem receios de que o Fed possa agir mais cedo do que o esperado.

DESTAQUES

- B3 avançou 3,89%, após despencar mais de 8% na véspera, com o setor financeiro reagindo. Entre os bancos, ITAÚ UNIBANCO PN ganhou 1,32% e BRADESCO PN subiu 0,43%. BANCO INTER PN fechou em alta de 5,81%

- WEG ON saltou 6,44%, puxando a valorização em setembro para mais de 9%.

- PETROBRAS PN subiu 2,12%, acompanhando a melhora do ambiente, apesar da fraqueza dos preços do petróleo no exterior, enquanto agentes financeiros continuam monitorando a mobilização dos caminhoneiros.

- VALE ON caiu 0,36%, na esteira da queda do contrato mais ativo de minério de ferro de Dalian, na China, enquanto outros papéis do setor engataram uma recuperação após forte declínio na véspera. A Vale divulgou mais cedo atualização das estimativas para desembolso de caixa em 2021.CSN ON teve alta de 2,98%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos