Ibovespa perde fôlego com recuo de Vale; BR Distribuidora é destaque positivo

·2 minuto de leitura
Bolsa em São Paulo

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa perdia o fôlego nesta quinta-feira, após uma abertura mais positiva, com a maioria das ações no vermelho, enquanto BR Distribuidora era destaque positivo após oferta de ações da companhia pela Petrobras.

Às 11:03, o Ibovespa caía 0,56 %, a 126.090,25 pontos. Na máxima, mais cedo, chegou a subir a 127.203,61 pontos. O volume financeiro era de 4,9 bilhões de reais.

Na visão da economista chefe da Consulenza Investimentos, Helena Veronese, o segundo semestre começa com sinais de retomada econômica cada vez mais consistentes no Brasil e no mundo, mas com um cenário político doméstico intenso.

"A CPI da Covid segue no foco dos investidores, com as denúncias de irregularidades em torno de compras de vacinas ganhando força – e sendo potencial fonte de estresse e volatilidade", afirmou.

No Senado, a CPI da Covid ouve nesta quinta-feira Luiz Paulo Dominguetti, representante da Davati Medical Supply, que afirmou ao jornal Folha de S.Paulo ter recebido pedido de propina de 1 dólar por dose, em troca de assinar contrato de venda de vacinas AstraZeneca com o Ministério da Saúde.

Estrategistas do Itaú BBA, por sua vez, elevaram o preço-alvo do Ibovespa no final do ano a 152 mil pontos, de 135 mil pontos antes, citando expectativas maiores para os lucros em 2021 e 2022, principalmente no segmento de commodities.

DESTAQUES

- VALE ON recuava 1,1%, principal pressão de baixa no Ibovespa, em sessão de ajustes após subir nos dois pregões anteriores, apesar da alta dos contratos futuros do minério de ferro na China.

- ENERGISA UNIT caía 1,9%, após arrematar o lote 4 mo leilão de projetos de transmissão na quarta-feira, para projeto no Tocantins, oferecendo um deságio de 62,80% em relação à Receita Anual Permitida (RAP) prevista pela Agência Nacional e Energia Elétrica (Aneel).

- MULTIPLAN ON mostrava declínio de 1,9%, após trégua na véspera, conforme investidores seguem avaliando os potenciais efeitos de medidas propostas na segunda fase da reforma tributária. No setor, BRMALLS ON caía 1,7% e IGUATEMI ON cedia 1,4%.

- BR DISTRIBUIDORA ON avançava 3,4%, após oferta de ações da companhia pela Petrobras precificada na véspera a 26,68 reais cada. PETROBRAS PN valorizava-se 0,5%, após levantar 11,36 bilhões de reais com a oferta da BR e ajudada pela alta do petróleo no exterior.

- USIMINAS PNA subia 2,5%, após estimativa da companhia de impacto positivo de 2,4 bilhões de reais, antes de efeitos fiscais, em seus resultados após a decisão do STF que excluiu o ICMS da base da cálculo do PIS/Cofins.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos