Ibovespa tem o pior desempenho do mundo em 2021

·2 min de leitura
(Foto: Divulgação B3)
(Foto: Divulgação B3)
  • Ibovespa teve recuo de 12,2% em 2021, quando atingiu marca histórica de 130 mil pontos

  • Problemas fiscais do governo e os ruídos do governo Bolsonaro fizeram a B3 sofrer a queda

  • Apenas três índices tiveram queda entre os emergentes e a Ibovespa lidera o ranking

O índice principal da B3, a bolsa de valores de São Paulo, lidera o ranking de pior desempenho em 2021. O Ibovespa recuou 12,2% até a última quarta-feira (24) e vai na contramão dos países emergentes. O índice começou o ano com 199.017 pontos e, atualmente, está em 104.514.

Leia também

A título de comparação, a bolsa de Xangai cresceu 3,4% no período. O índice KOSPI, da Coreia do Sul, teve mudança positiva de 4,2% e o S&P/BMV, do México, cresceu 15,4% no período. Além do péssimo desempenho, a B3 se viu em uma confusão com a Prefeitura da Cidade de São Paulo. Após a instalação do Touro de Ouro, uma imitação do Touro de Wall Street, a bolsa viu protestos e até recebeu uma multa, pois era uma instalação ilegal. 13 dias depois da instalação, o touro de ouro foi retirado.

Quando comparamos as bolsas, a Ibovespa também lidera. Com uma queda de 12,2% no ano. Dessa vez, a China A50 (-11,6%) e Hang Seng (-8,4%) também tiveram resultados negativos. Um dos pontos que prejudicou a Ibovespa é a falta de clareza na condução fiscal pelo Governo Federal e as incertezas com a eleição presidenciais para 2022.

Bolsa viveu grande momento em 2021

A Bolsa vivia um momento histórico em 2021. O índice chegou a 130.776 pontos em junho desse ano, para uma alta de 9,88%. Porém, com os problemas fiscais do governo e os ruídos do governo Bolsonaro fizeram a B3 sofrer a queda.

A recuperação econômica global está em curso, mas de forma completamente desbalanceada. Enquanto, as incertezas limitam os ganhos da Ibovespa, o índice Nasdaq teve aumento de 84,9% entre o começo da pandemia e novembro de 2021. Agora, em 2021, houve consecutivas surpresas positivas na arrecadação, resultado primário e dívida pública. Os dados deram otimismo ao mercado. Chegou-se a aventar a possibilidade de o Ibovespa terminar o ano próximo de 150 mil pontos. Porém, a Ibovespa voltou ao patamar de fevereiro, de 2020.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos