Identificado mais um corpo da tragédia da Vale em Brumadinho (MG)

·1 min de leitura

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil de Minas Gerais anunciou nesta quarta-feira (10) a identificação de mais uma das vítimas do rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A tragédia aconteceu em 25 de janeiro de 2019 e matou 270 pessoas --sete ainda estão desaparecidas.

A nova vítima identificada é Uberlândio Antônio da Silva, 55. Mecânico de máquinas, ele trabalhava como funcionário terceirizado da mineradora e era natural de Linhares, no Espírito Santo.

Os testes para a identificação foram realizados a partir de uma ossada praticamente completa que foi encontrada em 2 de outubro. O resultado do exame foi concluído nesta quarta.

Antes, as equipes do IML (Instituto Médico Legal) de Minas Gerais tentaram identificar a vítima pela arcada dentária, mas isso não foi possível.

Antes do anúncio desta quarta-feira, a identificação mais recente havia sido informada no dia 6 do mês passado, a da funcionária da Vale Angelita Cristiane Freitas de Assis, que tinha 37 anos à época da tragédia. Ela era técnica em enfermagem do trabalho e sua identificação também foi feita por exames de DNA.

O IML segue no momento com procedimentos para identificação de número entre 20 e 30 partes de corpos encontrados na área atingida pela lama da barragem da Vale em Brumadinho, segundo informações da polícia

No momento ainda não é possível saber se essas partes de corpos são das pessoas desaparecidas ou de vítimas já identificadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos