Identificados restos de indigenista e confirmadas sua morte e a do jornalista por arma de fogo (polícia)

A Polícia Federal (PF) do Brasil confirmou, neste sábado (18), que os restos mortais encontrados em uma área remota da Amazônia brasileira correspondem ao indigenista Bruno Pereira e que sua morte e a do jornalista britânico Dom Phillips foram por "arma de fogo, com munição típica de caça".

Em um comunicado, a PF afirmou que "os restos mortais de Bruno Pereira fazem parte do material" que está sendo analisado. A nota informa, ainda, que a morte de Phillips - cujos restos mortais foram identificados na noite de sexta-feira - foi causada por um disparo no peito, enquanto Pereira levou três tiros, um deles na cabeça.

jm/mr/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos