De Idles a Gilberto Gil: a retrospectiva 2021 de rock e música brasileira

·1 min de leitura

A segunda parte do Balada Musical especial de fim de ano traz uma retrospectiva das melhores faixas que embalaram os ouvintes da RFI em 2021. A jornalista Daniella Franco e o programador musical Hugo Casalinho apresentam os destaques do rock e da música brasileira neste ano.

Nossa retrospectiva rock começa no Reino Unido, com os britânicos do Idles, que lançaram o álbum "Crawler" no final deste ano. Também da terra da rainha, os garotos do Shame presentearam os fãs com o disco “Drunk Tank Pink”.

Os suecos do Viagra Boys não deixaram a desejar com “Welfare Jazz”, segundo álbum da banda. Já no rock francês o destaque é para "Paradigmes", o novo disco do grupo La Femme.

Entre as bandas formadas por mulheres, a escolha foi difícil: as artistas femininas dominaram as paradas do rock em 2021. Tivemos “New Long Leg”, da banda Dry Cleaning, “Comfort to Me”, da Amyl and the Sniffers, “Married”, do Kills Birds, “On All Four”, da Goat Girl e "Path of Wellness", um trabalho perfeccionista das veteranas do punk feminista Sleater-Kinney.

Da nova geração, selecionamos o álbum “If I Could Make It Go Quiet”, da norueguesa Marie Ulven Ringheim, que com apenas 22 anos conquistou a crítica europeia e está no line-up dos principais de música da Europa em 2022.

Música brasileira

Para encerrar nossa retrospectiva de fim de ano em grande estilo, escolhemos "Refloresta", de Gilberto Gil, Gilsons e Bem Gil. Aumente o som!


Leia mais

Leia também:
De Prince a Thomas Dutronc: o melhor da world music e chanson française em 2021

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos