Ídolo do United detona Antony: "Não ultrapassa ninguém"

Rio Ferdinand disse estar "preocupado" com a incapacidade do brasileiro de ultrapassar os jogadores.

Rio Ferdinand criticou o desempenho de Antony no confronto do United contra o Arsenal pela Premier League. Foto: James Gill - Danehouse/Getty Images
Rio Ferdinand criticou o desempenho de Antony no confronto do United contra o Arsenal pela Premier League. Foto: James Gill - Danehouse/Getty Images

Rio Ferdinand criticou duramente o desempenho de Antony na derrota do Manchester United por 3 a 2 para o Arsenal no último domingo (22) e disse que está "preocupado" com sua incapacidade de ultrapassar os jogadores.

Os Red Devils assumiram a liderança no Emirates por meio de Marcus Rashford, mas sofreram a virada com gols de Eddie Nketiah e Bukayo Saka - com os alas do Arsenal, jogando nas costas de Antony e causando estragos nas laterais.

Leia também:

Lisandro Martinez voltou a empatar para o United no meio do segundo tempo, mas o Arsenal pressionou nos minutos finais e acabou encontrando um merecido gol da vitória por meio de Nketiah.

Falando em seu programa FIVE no YouTube, Ferdinand disse: “O que me preocupa com alguém como Antony é que ele não pode vencer ninguém - e para um brasileiro isso é surpreendente!”

“Eu vi [Thomas] Partey - que eu não colocaria como um um velocista - absolutamente passou por ele, e eu pensei: 'Uau, ele [Antony] não tem muita força nas pernas! Então, sim, ele é um ala habilidoso, mas alas habilidosos você quer que eles ainda sejam capazes de vencer o zagueiro”, detonou o ídolo do United.

“Você quer que um ala ultrapasse os laterais sem qualquer hesitação e com Antony, com tanta qualidade quanto ele tem com a bola e sua técnica e coisas assim, [ele não consegue ultrapassar os jogadores]”, seguiu.

Ferdinand falou de quando era jogador do United para comparar a situação de Antony que chegou do Ajax nesta temporada.

“Quando eu jogava com Nani, Cristiano Ronaldo, Ryan Giggs, Antonio Valencia, até Ji-Sung Park passava pelo lateral. Não apenas passando por eles, mas ele jogaria e correria para chegar ao outro lado deles”, explicou.

Apesar de todas as críticas ele ponderou que o fato de o brasileiro estar se adaptando à Premier League, pode estar pesando nesse início de trabalho.

“Eu quero ver isso de Antony. Escute, é a primeira temporada dele, então você vai ter que dar a ele um pouco de tempo, não importa quão alto seja o preço, mas preciso ver mais vislumbres disso”, finalizou.