Idosa que teve raspadinha de R$ 3 milhões roubada retirará prêmio

·2 minuto de leitura
Notas de euros
Criminoso tentou fugir para outro país, mas foi reconhecido no aeroporto
(Getty Creative)
  • No início do mês, o dono de uma tabacaria roubou a raspadinha premiada de uma senhora 

  • Ela havia conquistado 500 mil euros (R$ 3 milhões)

  • O autor do crime já havia sido preso, mas somente agora o prêmio foi liberado para retirada

A senhora de 70 anos que ganhou 500 mil euros, correspondentes a cerca de R$ 3 milhões, com raspadinha premiada na Itália finalmente poderá retirar o prêmio. Ela teve o bilhete roubado no início deste mês, mas a polícia conseguiu encontrar o autor do crime.

O autor do roubo foi Gaetano Scutellaro, de 57 anos, dono da tabacaria em que a idosa adquiriu a raspadinha. Ao saber do valor que ela ganharia, ele decidiu fugir com o bilhete.

Entretanto, mesmo após ter ido para a Espanha e guardado o papel premiado em um banco, Scutellaro foi preso. Ele chegou a alegar inocência, mas após um tempo admitiu ter cometido o crime e pediu perdão à idosa.

Nesta quarta-feira, 22, o Ministério Público de Nápoles liberou o bilhete para a vencedora. A investigação contra Scutellaro continua e ele é acusado de furto agravado de extorsão, já que havia prometido devolver o bilhete à vítima caso ela topasse dividir o prêmio.

O caso

A história começou quando a idosa de 70 anos foi ao local e comprou dois bilhetes de prêmios por 10 euros. A sorte veio no segundo bilhete.

A idosa divulgou ao funcionário da tabacaria que havia ganhado na raspadinha e ele prontamente passou o bilhete a Scutellaro, que procederia com o pagamento do valor. Entretanto, ele fugiu do estabelecimento em sua moto. O funcionário denunciou o chefe à polícia e Scutellaro foi reconhecido pela polícia da fronteira no aeroporto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos