Idoso dado como morto é retirado vivo de saco de cadáver horas antes de ser cremado

Idoso era dado como morto até ser salvo por funcionários - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Idoso era dado como morto até ser salvo por funcionários - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Idoso foi dado como morto na casa de repouso em que vivia e acabou colocado em um saco de cadáver

  • Quando chegava a um necrotério para ser cremado, ele foi salvo por funcionários

  • Funcionários e um médico foram punidos, e quatro pessoas acabaram demitidas pelo erro

Um idoso que era dado como morto foi resgatado no último domingo (1º), momentos antes de ser cremado. O caso aconteceu em Xangai, na China, e repercutiu em diversos veículos da imprensa mundial.

Segundo informações, o óbito do homem havia sido declarado incorretamente. Ele foi colocado em um saco de cadáver e levado para um necrotério, quando os funcionários finalmente notaram o equívoco.

Vídeos registrados por testemunhas mostram o momento da descoberta. O idoso é retirado do porta-malas de um veículo em uma maca. Segundos depois, um funcionário alerta: “Ele está vivo! Ele está vivo! Eu vi! Não cubram mais ele!”.

A vítima foi retirada do saco e escapou de ser cremada viva. Ela foi encaminhada a um hospital da região, onde seria submetida a um check-up completo. Sua condição é estável.

Não foram revelados maiores detalhes sobre o idoso, como a idade ou a identidade.

Idoso teria sido infectado com a Covid-19

O homem vivia em uma casa de repouso de Xangai e teria contraído Covid-19 dias antes. Não se sabe o que levou os funcionários do local a acreditarem que ele havia morrido. Foram eles os responsáveis por colocar o rapaz dentro do saco de cadáver.

O governo do distrito de Putuo admitiu o erro da equipe e abriu investigação contra cinco funcionários, além de um médico, que teve sua licença cassada. Quatro pessoas, incluindo o diretor da casa de repouso, foram demitidas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos