Idoso desaparece e filhos encontram outra pessoa morando na casa dele em SP

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Idoso desapareceu e vendeu a casa sem avisar os filhos - Foto: Arquivo Pessoal
Idoso desapareceu e vendeu a casa sem avisar os filhos - Foto: Arquivo Pessoal
  • Um homem de 67 anos desapareceu há mais de um mês em Mongaguá

  • Sua família não consegue contatá-lo desde o dia 19 de março

  • Quando o procuraram, encontraram outra mulher morando em sua residência

Um idoso desapareceu há cerca de um mês no litoral de São Paulo. Não bastasse o sumiço de David Soares de Abreu, um agente de saúde de 67 anos, os filhos ainda se surpreenderam com outra pessoa morando em sua residência quando foram procurá-lo.

O caso aconteceu em Mongaguá e foi relatado pelo G1. Lívia Abreu contou que não consegue contato com o pai desde o dia 20 de março e, diante do desaparecimento, levou o caso à Polícia Civil, que está investigando.

Leia também

A mulher explicou que conversou com David pelo telefone no dia 19. Na mesma noite, seu irmão esteve na casa do idoso, que manifestou o interesse de vender o imóvel, mas alegou que ainda não havia encontrado um comprador.

No dia seguinte, tanto Lívia quanto seu irmão falharam na tentativa de contato com o pai. Um outro parente, então, decidiu ir à residência de David no dia 21. Foi aí que se deu a surpresa: outra pessoa já estava morando no local.

David e a casa onde ele vivia - Foto: Arquivo Pessoal
David e a casa onde ele vivia - Foto: Arquivo Pessoal

"Como ele teve um AVC, ficamos com medo que pudesse ter tido outro acidente e estivesse precisando de ajuda", disse Lívia ao G1.

A família tentou contato por diversas vezes, mas o celular de David encontrava-se desligado. "Os móveis dele estavam lá, sendo jogados no lixo. Os óculos que ele sempre usava, inclusive, também foram jogados fora", contou a mulher.

Nova moradora comprovou compra do imóvel

A nova moradora da residência garantiu que acertou a compra com David por metade do valor que ele havia estipulado como meta para os filhos. A transação foi confirmada por Lívia e o irmão no cartório.

"Ela dizia que foi vendida no dia 19. Neste dia, ele nos falou que ainda não tinha encontrado ninguém para comprar", contou a filha. "Essa história está muito estranha, ele nunca desapareceu antes."

Lívia contou que já procurou o pai em unidades de saúde e até no Instituto Médico Legal (IML), mas não conseguiu sequer uma pista sobre seu paradeiro. Desde então, tem compartilhado imagens e informações de David nas redes sociais, na esperança de encontrá-lo.