Idoso morre afogado após cair em açude enquanto alimentava peixes no oeste do Paraná

Idoso morreu afogado após cair em açude enquanto alimentava peixes no oeste do Paraná. Foto: Reprodução / Correio do Lago.
Idoso morreu afogado após cair em açude enquanto alimentava peixes no oeste do Paraná. Foto: Reprodução / Correio do Lago.
  • Idoso morreu afogado após cair em açude enquanto alimentava peixes em Santa Helena, neste sábado;

  • Socorristas disseram que a vítima foi encontradas às margens do açude pelos seus familiares;

  • Familiares disseram que a vítima tinha o hábito diário de alimentar os peixes durante a manhã.

Um idoso de 62 anos morreu afogado depois de cair em um açude enquanto alimentava peixes no município de Santa Helena, no Paraná, na manhã deste sábado (19), segundo informações do Corpo de Bombeiros da região.

As equipes de bombeiros e do Consórcio de Saúde dos Municípios do Oeste do Paraná (Consamu) foram acionados, mas quando chegaram na área o idoso já estava morto. Eles disseram que não é possível confirmar a causa do acidente.

Os socorristas afirmaram que a vítima foi achada às margens do local pelos próprios familiares. Os parentes disseram que o homem tinha o hábito diário de alimentar os peixes durante a manhã.

Afogamento causa cerca de 5,7 mil mortes por ano no Brasil

Dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa) apontam que afogamentos em praias, piscinas, rios e represas causam aproximadamente 5,7 mil mortes anuais.

A pesquisa mostra que até 2020 os afogamentos eram a segunda causa de óbitos entre crianças de um a quatro anos de idade. Desde então, tornou-se a primeira.

Devido a dados como esses, começou na última segunda-feira (14) a Semana Latino-Americana de Prevenção ao Afogamento, que vai até o próximo domingo (20).

As ações desta semana acontecem a pouco menos de um mês do começo do verão, estação mais quente do ano e quando afogamentos ocorrem com mais frequência. De dezembro a março acontecem 45% do total de casos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o afogamento é um problema mundial e mata mais de 230 mil pessoas por ano, sendo que 90% desses óbitos estão em países de baixa e média renda.