Idosos acima de 70 anos voltam a ser maioria em UTIs para Covid de hospitais privados em SP

·3 minuto de leitura
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 06.05.2020 - UTI de tratamento do coronavírus no hospital alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 06.05.2020 - UTI de tratamento do coronavírus no hospital alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pesquisa realizada em hospitais privados do estado de São Paulo entre os dias 12 e 17 de agosto indica que seis em cada dez pessoas internadas em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para Covi-19 são pessoas com 70 anos de idade ou mais.

Idosos também formam a maioria entre aqueles internados em leitos clínicos de Covid-19 nos hospitais particulares, com 52%.

O levantamento do SindHosp (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo) foi feito em 60 hospitais privados paulistas, sendo 27% deles da capital e 73% do interior. Ao todo, essas unidades somam 2.470 leitos de UTI e 4.762 clínicos. Do total, 1.094 são leitos clínicos destinados a pacientes Covid, e 707, para UTI Covid.

Esse foi o 18º levantamento do SindHosp desde o início da pandemia. Os dados indicam que a tendência se inverteu. Desde que essa informação passou a fazer parte dos boletins, em junho, essa foi a primeira vez que pessoas acima de 70 anos (com 60%) foram maioria entre os internados.

A faixa predominante era de pessoas de 51 anos a 60 anos, que chegou a ser 85% de todos os internados em leitos de UTI Covid privados, segundo sondagem feita entre os dias 26 de julho e 1º de agosto. Agora ela é de 14%, atrás do grupo de 41 a 50 anos, com 16%.

Para o médico Francisco Balestrin, presidente do SindHosp, existem algumas hipóteses para a volta das pessoas de mais idade aos leitos de UTI. Elas envolvem tanto relaxamento em relação aos protocolos sanitários e ainda uma eventual queda na imunidade. "Os estudos sobre a terceira dose da vacina são muito importantes para avaliar o aumento da imunidade", afirma.

Nesta quarta-feira (18), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a terceira dose do imunizante deve começar por profissionais de saúde e idosos. A ideia é reforçar a imunização diante do avanço de variantes do vírus, como a delta.

Ocupação Segundo o levantamento mais recente do SindHosp, houve aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI Covid. Dos estabelecimentos de saúde pesquisados, em 71% a taxa de ocupação de leitos de UTI varia de 51% a 70%. Na sondagem anterior, feita entre 26 de julho a 1º de agosto, apenas 42% dos hospitais que registravam ocupação de 51% a 70%.

Apesar disso, apenas 2% dos hospitais pesquisados operam com taxas mais altas, de 80%.

Dados do governo estadual indicam que 8.055 pessoas estão internadas devido à Covid, sendo 4.107 em UTIs e 3.948 em leitos de enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid no estado nesta quarta é de 42,1%.

Na cidade de São Paulo, a taxa de ocupação dos leitos de UTI para tratamento de pacientes com o novo coronavírus na rede municipal era de 36% nesta quarta-feira.

Ao todo, segundo a gestão Ricardo Nunes (MDB), havia 680 pessoas internadas na rede municipal com o novo coronavírus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos