Idosos de asilo são apadrinhados em menos de 24 horas após post viralizar na internet

Cecília Vasconcelos

A publicação de uma associação filantrópica em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, que cuida de crianças e idosos, onde anunciava o apadrinhamento dos idosos do Lar Amor e Vida, viralizou e, em menos de 24 horas, todos os moradores foram apadrinhados.

Na postagem foram publicadas fotos dos idosos segurando placas que indicavam quais presentes queriam ganhar no Natal. De acordo com a diretora do Lar, a bióloga e estudante de serviço social, Agnes Ribeiro, já que todos foram apadrinhados, o foco agora é arrecadar itens para a realização da ceia de Natal da associação e para manutenção do abrigo por mais alguns meses.

— Todos os idosos foram apadrinhados e a meta agora é a festa de Natal deles e das crianças. Esses itens que a gente consegue arrecadar é o que nos mantém até a metade do ano seguinte — explicou.

Um link para um chat no WhatsApp também foi disponibilizado na publicação no Facebook. O grupo superlotou, sendo necessário a criação de outro grupo para atender as pessoas que oferecem ajuda. Agnes Ribeiro contou que esta é a primeira vez que a publicação viraliza. Além do apadrinhamento e alimentos, a associação tem recebido um grande número de voluntários que oferecem serviços para a festa de Natal.

— Disponibilizamos um link para um grupo de WhatsApp que criamos, e logo lotou, e fizemos outro. Por lá, temos recebido ajuda de barbeiros, doces e itens para a festa, e outros tipos de doações, como artigos de uso pessoal. E quando a gente supera a nossa demanda, conseguimos ainda ajudar outras entidades — comemora a diretora da associação.

 

Além do asilo, a associação trabalha com crianças carentes de regiões próximas, como a comunidade do Batan. No total são atendidos 173 idosos e 200 crianças, que recebem atendimento de reforço escolar em dois turnos, atividades educativas, culturais, esportivas e sociais, que funcionam de segunda a sexta-feira. Os idosos são atendidos em quatro unidades: Santa cruz, Realengo, Nova Iguaçu, e Paty do Alferes. As crianças frequentam o espaço que fica em Santa Cruz.

O veterano de guerra que decidiu ajudar pessoas

O idealizador do projeto é o veterano de guerra, avô de Agnes, Isaias de Souza Maciel, de 95 anos, que após retornar da Itália, no período da Segunda Guerra Mundial, decidiu ajudar pessoas. Em 1961 criou a associação em Realengo, na Zona Norte, que começou apenas com atendimentos ambulatoriais.

Atualmente, Isaías trabalha na sede da associação e refere-se a ela como "obra de amor e fé".

— É uma obra de amor e fé e Desu nunca nos desamparou, memso diante de tantas necessidades e situacoes dificeis, Deus sempre manda a solução — afirma.

 

A neta Agnes reforça o discurso de que o bem atrai o bem.

— Essa viralizada é inédita e acredito que faz parte do que a gente planta. Eu uso as minhas redes apenas para fazer o bem, não compartilho nada de ruim. E quando a gente faz o bem, acontece isso, enfatizou.

A festa de Natal do Lar Amor e Vida vai acontecer no dia 15 de dezembro, na sede da associação, Estrada de Sepetiba, 962, Santa Cruz, às 14h, e será aberta.

Na página do Facebook do Lar é possível entrar no grupo do WhatsApp por meio de um link que está disponível na publicação.

Mais informações pelo telefone 99819-4273, ou pelo site: