Idosos passam a noite em fila mas não conseguem se vacinar em Belford Roxo

Flavio Trindade
·2 minuto de leitura

RIO — Em vez de alívio, frustração. O sofrimento marcou a maioria dos idosos que tentaram se vacinar em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, nesta sexta-feira. Desde a tarde de ontem, uma fila começou a se formar na porta do posto de saúde Neuza Goulart Brizola, na Avenida Benjamin Pinto Dias. Muitos passaram a noite no local na esperança de se vacinarem hoje, quando estava prevista a imunização de pessoas de 72 anos de idade. Pela manhã, a fila indiana já cobria cerca de dois quilômetros de extensão. Quando o posto abriu, no entanto, foram distribuídas apenas 100 senhas, e a grande foi dispensada.

A aposentada Dalva dos Santos, de 72 anos, chegou pela manhã no posto e não conseguiu senha. Ela ainda permaneceu algumas horas na fila, mas em vão. Ao receber a notícia de que não conseguiria ser vacinada, não resistiu e começou a chorar na porta do posto de saúde.

— Por que não matam logo a gente? Ficam sujeitando as pessoas de idade a uma humilhação dessa. Eu não mereço isso. O atendente disse que eu deveria ter vindo no dia anterior como quem conseguiu senha. Eles acham que todo mundo pode fazer isso? Eu tenho 72 anos, moro longe, não tenho condições de sair de madrugada e passar a noite aqui sozinha. Eles querem que a gente morra — desabafou dona Dalva.

Quem também ficou na fila à toa foi a costureira Zenaide Nogueira, de 55 anos. Ela levou o sogro, Antonio, para se vacinar e também não conseguiu pegar senha. Após o local esvaziar e ela se convencer de que não haveria jeito, reclamou do modo como a prefeitura vem tratando a vacinação.

— Está uma coisa horrível esse processo de vacinação em Belford Roxo, difícil para todo mundo. Os idosos ficam assim, sofrendo, sendo humilhados como foram hoje e ninguém toma vacina. E ainda aparecem depois em televisão, em internet dizendo que estão fazendo. Estão fazendo é os outros sofrerem — reclamou.

E no que depender da Prefeitura de Belford Roxo, os idosos de 72 anos que não conseguiram se vacinar nesta sexta não devem ter uma nova chance em breve. Segundo o calendário de vacinação, na segunda-feira será a vez de idosos de 71 anos e em cada data é permitida apenas aquela faixa etária. Quem perdeu a vez terá de esperar um calendário de repescagem ainda a ser divulgado.

Em nota, a Prefeitura de Belford Roxo informou que distribui diariamente 100 senhas para idosos aptos a serem imunizados e que parte da alta demanda se deve a moradores de municípios vizinhos que estão sem vacina. O governo municipal reiterou que a população deve evitar aglomerações quando for informada sobre o fim das senhas nos postos.