Igreja de São Jorge, no Centro do Rio, fecha após orientação por falta de segurança no entorno

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — A Igreja de São Jorge, na Praça da República, no Centro do Rio de Janeiro, está fechada a partir desta segunda-feira, dia 29 até o domingo de Páscoa, 4 de abril, quando vão reabrir entre 8h e 11h, com uma missa que será celebrada às 10h. O fechamento veio em consonância ao decreto estadual que estipulou o recesso de dez dias no Rio para ajudar no combate ao avanço da Covid-19.

Em uma postagem feita no início desta tarde, o perfil do templo informou que recebeu uma orientação para que ficasse com as portas fechadas devido a "falta de segurança no entorno da igreja", que está localizada na Saara. Como a grande parte do comércio está fechado por não ser considerado essencial neste momento, a zona ficou vazia e sem muitos transeuntes.

"Fomos orientados a fechar a Igreja durante o período do feriado de 10 dias do Rio de Janeiro, por ficarmos no entorno de um centro comercial (SAARA) que está fechado, o que torna muito perigoso a abertura da Igreja a todos. Reabriremos no dia 04 de abril, domingo de Páscoa (de 8h às 11h), a missa será celebrada às 10h. Agradecemos a compreensão de todos nesse momento tão difícil que estamos vivendo. Que São Jorge interceda por nós 🙏🏼 Se cuidem!", escreveu o perfil da igreja.

Pelo decreto estadual, o feriado do dia 23 de abril, dia de São Jorge, que é padroeiro do estado, foi transferido para esta segunda-feira, dia 29. O "Dia de São Jorge" foi instituído feriado Estadual pela Lei nº 5198, de 5 de março de 2008 do Rio de janeiro, de autoria do Deputado Jorge Babu.