Ilha Grande terá vacinação em massa contra a Covid-19 no sábado; veja detalhes

·2 minuto de leitura

RIO — A Ilha Grande, região que faz parte do município de Angra dos Reis, terá neste sábado (10) uma vacinação em massa contra a Covid-19 de todos os moradores acima de 18 anos. A expectativa é que 2,5 mil pessoas recebam a imunização da vacina da Janssen, que é de dose única.

Para o mutirão serão mobilizados 60 profissionais da secretaria municipal de Saúde, além do apoio de colaboradores de outras pastas e da Secretaria Estadual de Saúde, que apoiará a ação. A prefeitura irá montar pontos de vacinação fixos na Casa da Cultura da Vila do Abraão, ESF Provetá, ESF Marítima, ESF Araçatiba e ESF Enseada das Estrelas. Para as praias que não possuem unidades de saúde haverá a vacinação volante. A orientação da prefeitura é que os moradores entrem em contato com os seus agentes comunitários de saúde (ACS) para obter mais informações.

Com belas paisagens e praias Ilha Grande recebe diariamente muitos turistas. Para garantir que apenas os moradores sejam imunizados, é necessário apresentar documento de identificação com foto, CPF e comprovante de moradia na Ilha Grande. Para evitar aglomeração, a vacinação será organizada por faixa etária.

Horários de vacinação

9h30 às 10h30 - 39 a 35 anos10h30 às 11h30 - 34 a 30 anos11h30 às 12h30 - 29 a 27 anos12h30 às 13h30 - 26 e 25 anos13h30 às 14:30 - 24 a 20 anos14h30 às 15h30 - 19 e 18 anos15h – maiores de 40 anos ainda não vacinados.

Parte de Angra dos Reis, Ilha Grande fica na Costa Verde do Rio e é um dos paraísos turísticos do estado. A única maneira de chegar na ilha é por transporte marítimo e não são permitidos automóveis. A dificuldade da logística foi uma das razões pela escolha de vacinação em massa.

Segundo a prefeitura, já foram imunizadas 1.043 pessoas moradoras de Ilha Grande até o momento e a região acumula 532 casos da Covid-19 e 11 óbitos.

Segundo o último boletim epidemiológico do governo do estado, o município de Angra dos Reis está classificado com risco moderado para a doença. Dos indicadores que são usados para calcular o risco, os que mais preocupam para a cidade é a taca de positividade para o coronavírus e a taxa de ocupação de UTI.

O acesso a unidades de terapia intensiva, inclusive, é um dos maiores gargalos da região de Saúde da Baía de Ilha Grande — composta por Angra, Mangaratiba e Paraty. São apenas 25 leitos de UTI localizados em Angra, que nesta terça-feira estão com 60% de ocupação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos