Ilhabela e Riviera de São Lourenço cobram estacionamento rotativo

*** FOTO DE ARQUIVO *** BERTIOGA, SP, 12.01.2023 - As prefeituras de Ilhabela e Bertioga (Riviera de São Lourenço na foto) instalaram sistemas de cobrança de estacionamento rotativo na alta temporada. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** BERTIOGA, SP, 12.01.2023 - As prefeituras de Ilhabela e Bertioga (Riviera de São Lourenço na foto) instalaram sistemas de cobrança de estacionamento rotativo na alta temporada. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

BERTIOGA, SP (FOLHAPRESS) - Destinos concorridos do litoral paulista no verão, como Ilhabela e Riviera de São Lourenço, em Bertioga, estabeleceram a cobrança de estacionamento rotativo durante a alta temporada.

As taxas são cobradas para parar em vagas na rua próxima às praias ou a atrações disputadas, como o centro de Ilhabela, que atrai os turistas por reunir bares, restaurantes e lojas.

No caso da Riviera de São Lourenço, as cobranças se estendem por vários quarteirões próximos da praia, o que tem irritado os moradores que usavam as vagas na rua para estacionar carros de visitantes durante a alta temporada. A maioria dos prédios tem uma vaga de garagem.

Outros elogiaram a medida porque impede a presença dos chamados "turistas de um dia", que, muitas vezes, passam a noite dentro do carro para aproveitar a praia no dia seguinte.

Para estacionar na zona verde, na Riviera, é cobrado R$ 6 por uma hora e R$ 30 o período de seis horas, não renováveis. De acordo com a Prefeitura de Bertioga, a medida é para "disciplinar o estacionamento de veículos em vias próximas a praias e pontos turísticos". A cobrança teve início em dezembro e é válida até o próximo dia 27.

Funcionários da prefeitura ficam posicionados nas áreas de cobrança com tablets para ajudar os turistas a fazer o pagamento. Há também um aplicativo que permite fazer as transações online.

A sanção para quem não pagar é multa e guinchamento do carro. Segundo a administração, nenhum veículo havia sido guinchado por esse motivo até a primeira quinzena de janeiro.

Em Ilhabela, o valor cobrado é de R$ 3 por hora e cada vaga pode ser ocupada por até quatro horas seguidas, entre 15h e 23h59. O cartão pode ser comprado em estabelecimentos comerciais do centro histórico.

A medida vale até o dia 31 de março, mas será suspensa durante o Carnaval, entre esta sexta (17) e terça-feira (21).