Imóveis ganham suítes e chuveirinho no banheiro em Portugal para atrair ricos brasileiros

Gian Amato*

LISBOA - O fluxo crescente de endinheirados entre Brasil e Portugal atrai bancos internacionais para Lisboa e provocam mudanças no mercado imobiliário do país para atender às preferências dos brasileiros.

Nos primeiros nove meses deste ano, 176 investidores do Brasil transferiram € 132,6 milhões, o equivalente a R$ 617 milhões para Portugal, 46,5% mais que no mesmo período de 2018, como forma de obter os chamados vistos gold, que dão direito à residência em contrapartida à compra de imóveis de alto padrão, a partir de € 500 mil (R$ 2,3 milhões).

A chegada dos brasileiros ricos obrigou as construtoras e imobiliárias de luxo a adaptarem os imóveis para atender aos pedidos bem característicos desses clientes, como dependências de empregados domésticos, suítes em todos os quartos, com instalação de duchas higiênicas, e áreas de serviço com tanques.

Atrás dessas fortunas, também estão indo para Portugal instituições financeiras especializadas nesse público. Saiba mais sobre essa transformação e conheça a história de brasileiros que trocaram imóveis no Brasil por propriedades e uma nova vida em Portugal, lendo aqui reportagem exclusiva para assinantes do GLOBO.

*Especial para O GLOBO