Imóvel do podcast A Mulher da Casa Abandonada é multado por falta de limpeza

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O imóvel que dá o nome ao podcast "A Mulher da Casa Abandonada", do jornal Folha de S.Paulo, foi multado em R$ 2.100 no último dia 4 pela Secretaria Municipal das Subprefeituras de São Paulo devido à falta de limpeza no local.

A casa fica em Higienópolis, na região central de São Paulo, e atualmente é alvo de uma disputa na Justiça. A casa tem um IPTU de cerca de R$ 30 mil por ano, que está em dia.

O endereço é onde mora Margarida Bonetti, suspeita de ter mantido por quase 20 anos uma empregada doméstica em condições análogas à escravidão nos Estados Unidos.

Quando o caso estava sendo investigado, no final dos anos 1990, ela deixou o território americano e retornou a São Paulo. Desde então, mora na casa, que pertence a sua família.

Moradores e funcionários de prédios vizinhos em Higienópolis relatam que Margarida se alimenta de abacates que brotam no quintal da casa, e já foi vista revirando o lixo da praça de alimentação de um shopping no bairro.

Procurada, a advogada designada como curadora do imóvel, que preferiu não se identificar, afirmou que ainda não recebeu a notificação da multa.

A prefeitura também informou que uma equipe da Unidade de Vigilância em Saúde Santa Cecília esteve no local no último dia 4, e encontrou a casa fechada e vazia. "Ao observarem do exterior não foram constatados acúmulo de inservíveis [material que não é mais utilizável], animais sinantrópicos [como ratos e gambás] ou mesmos domésticos", informou em nota.

Equipes realizaram reforço na dedetização nas ruas e praças próximas para evitar o surgimento de ratos e insetos, segundo a prefeitura.

Em um dos episódios do podcast da Folha de S.Paulo, uma vizinha relata infestação de pernilongos nos arredores da casa por causa do mato alto e da falta de limpeza.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos