Imagem de Flávio Bolsonaro com uma camisa contra nordestinos é montagem

A fotografia do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) usando uma camisa com os dizeres “Movimento Nordestinos Voltem pra Casa” não é autêntica. A imagem, que circula desde 2018 e voltou a ser compartilhada em setembro de 2022, já foi difundida mais de 3.500 vezes por usuários que garantem que o político usou a vestimenta com a mensagem. Mas na imagem original a roupa não continha qualquer frase ou estampa.

“Leiam o que está escrito na camisa do filho do bozo: ‘Movimento nordestinos voltem para casa - o Rio não é lugar para jegue’”, dizem as mensagens, acompanhadas da fotografia, compartilhada no Twitter, Facebook, Instagram, TikTok e Kwai. O conteúdo, que circula nas redes desde 2018, foi encaminhado para análise ao WhatsApp do AFP Checamos.

Captura de tela feita em 5 de setembro de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

Uma busca reversa pela imagem no Google mostrou como resultado uma reportagem de 2 de outubro de 2016 do portal g1, do Grupo Globo, que contém a foto viralizada, porém sem a mensagem contra nordestinos na camisa de Flávio Bolsonaro:

Captura de tela feita em 6 de setembro de 2022 de reportagem do portal g1 ( . / )

A legenda da foto na matéria informa que a imagem foi feita quando Flávio Bolsonaro, que naquele ano era candidato à prefeitura do Rio de Janeiro pelo Partido Social Cristão (PSC), foi registrar seu voto no bairro carioca da Tijuca durante as eleições municipais de 2016. Na imagem original, o então candidato traz em sua camisa um adesivo desse partido, com o número 20. O primeiro turno do pleito ocorreu em 2 de outubro daquele ano.

Na reportagem, a foto é creditada a Fernanda Rouvenat, do g1 Rio.

A jornalista também publicou o registro em seu perfil oficial no Twitter, na mesma data de publicação da reportagem do g1.

Outros registros publicados pelo mesmo portal de notícias no primeiro turno das eleições de 2016 mostram o atual senador Flávio Bolsonaro usando a mesma camisa azul, sem nenhuma estampa:

Captura de tela feita em 5 de setembro de 2022 de uma matéria do portal G1 ( . / )

Captura de tela feita em 5 de setembro de 2022 de uma matéria do portal G1 ( . / )

 

 

O senador também publicou uma mensagem em outubro de 2018 em seu perfil oficial no Twitter afirmando que a imagem viral, com a mensagem, é uma montagem:

Este conteúdo também foi verificado pelo Fato ou Fake, Agência Lupa, Boatos.org, Estadão Verifica e Aos Fatos.