Imagens de PMs agindo contra banhistas não é de combate a disseminação do coronavírus

KATNA BARAN

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Imagens que circulam nas redes sociais de ação da Polícia Militar de Santa Catarina contendo banhistas não têm relação com o combate à expansão do novo coronavírus no estado.

O vídeo mostra a PM disparando tiros de balas de borracha e borrifando spray de pimenta em banhistas.

O vídeo, na verdade, foi gravado em Itapema, em março de 2019, durante uma confusão em um campeonato de futebol de areia.

Reportagens de veículos locais da época relataram que a polícia foi chamada para controlar uma briga generalizada de torcedores da partida, mas foram recebidos com garrafas e fogos de artifício e, por isso, utilizaram meios de contenção.

O governo de Santa Catarina estabeleceu em decreto editado nesta quinta-feira (20) a proibição de permanência em espaços públicos, como parques e praias.