Imea reduz safra de milho de MT, mantém recorde para soja e vê vendas mais lentas

Roberto Samora
·2 minuto de leitura
Grãos de milho após colheita em Sorriso (MT)

Por Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de milho 2020/21 do Mato Grosso, maior produtor de grãos do Brasil, foi estimada nesta segunda-feira em 34,98 milhões de toneladas, apontou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que reduziu em 3,56% sua previsão no comparativo mensal em meio a problemas climáticos.

Também nesta segunda-feira, o órgão ligado aos produtores do Estado manteve a projeção de safra de soja em recorde de 35,7 milhões de toneladas, em momento em que a colheita está praticamente finalizada.

Segundo o Imea, "devido às situações analisadas a campo, algumas áreas (de soja) semeadas mais tardiamente vêm compensando os rendimentos das primeiras áreas, que tiveram que enfrentar a seca, o que reforça as estimativas de que os produtores podem colher 57,81 sacas/hectare na média para Mato Grosso".

Dessa forma, a produção de soja de Mato Grosso crescerá 0,94% ante a temporada anterior.

No caso do milho, a safra terá queda de 1,33% ante a temporada anterior, uma vez que o Imea está considerando o risco climático de uma safra plantada com atraso.

O Imea ainda reduziu a previsão de safra de algodão de Mato Grosso 2020/21 para 1,66 milhão de toneladas, ante 1,77 milhão na previsão de março, com uma queda de 23% na comparação anual, em meio a uma diminuição do plantio de 16,8%.

COMERCIALIZAÇÃO

Já a comercialização das safras de Mato Grosso reduziu um pouco o ritmo, após fortes vendas antecipadas anteriormente.

"Deu um parada", afirmou o superintendente do Imea, Daniel Latorraca, ao ser questionado sobre o assunto pela Reuters.

Segundo ele, essa lentidão aconteceu com o produtor focado no plantio de milho no último mês e também pelas boas vendas realizadas previamente.

As vendas de soja da safra atual foram as que mais evoluíram no último mês, com a comercialização avançando para 78,77% da safra 2020/21, alta mensal de 3,65 pontos percentuais.

No último mês, o Mato Grosso atingiu vendas de 24,76% da próxima safra de soja (2021/22), com alta de 1,25 ponto percentual.

No caso do milho com plantio finalizado recentemente, a comercialização atingiu 72,05% da safra, avanço mensal de 1,16 ponto percentual.

Para a colheita de milho de 2022, as vendas atingiram 13,85% do esperado, com crescimento mensal de 1,18 ponto percentual, segundo o Imea.