Impeachment no Rio: Entenda o processo contra Crivella por favorecimento a evangélicos

Débora Melo
Crivella:

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro decide nesta quinta-feira (12), a partir das 14h, se abrirá um processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB). A discussão ocorre em sessão extraordinária, que suspendeu recesso parlamentar.

Bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, Crivella poderá ser denunciado por infração político-administrativa e crime de responsabilidade por suposto favorecimento a igrejas evangélicas, pastores e féis.

Reportagem publicada no dia 5 pelo jornal O Globo revelou áudios no qual o prefeito oferece ajuda a líderes religiosos para conseguir, para os fiéis, agilidade na realização de cirurgias de catarata e varizes, entre outras facilidades.

Nós temos que aproveitar que Deus nos deu a oportunidade de estar na prefeitura para esses processos andarem.Marcelo Crivella, prefeito do Rio, a pastores evangélicos.

O encontro, secreto, foi promovido por Crivella no Palácio da Cidade, sede do governo municipal.

"Nós estamos fazendo o mutirão da catarata. Contratei 15 mil cirurgias até o final do ano. Então, se os irmãos tiverem alguém na igreja com problema de catarata, se os irmãos conhecerem alguém, por favor falem com a Márcia [assessora do prefeito]. É só conversar com a Márcia que ela vai anotar, vai encaminhar, e daqui uma semana ou duas eles estão operando", disse Crivella aos pastores.

A mesma oferta foi feita para cirurgias de varizes: "Também, por favor, falem com a Márcia". Todas as declarações foram gravadas.

O prefeito nega favorecimento às igrejas e diz que o objetivo da reunião foi prestar contas e divulgar programas da gestão. Em nota, a prefeitura afirma ainda que Marcelo Crivella entende que "protocolar pedido de impeachment faz parte do jogo político da oposição".

Ele [Crivella] não pode quebrar o Estado laico. Ele não pode reunir em um prédio público um grupo de religiosos para favorecer e furar a fila da saúde. Marcelo Freixo, deputado estadual pelo...

Continue a ler no HuffPost