Imposto de Renda: prazo para pagar no débito automático acaba dia 10

Imposto de Renda: prazo para pagar no débito automático acaba dia 10
Imposto de Renda: prazo para pagar no débito automático acaba dia 10
  • Na modalidade de pagamento é possível parcelar o Imposto de Renda em até 8 vezes;

  • Se o contribuinte perder o prazo, ainda poderá pagar em cota única por meio da Darf;

  • O prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2022 é até o dia 31 de maio.

Com a prorrogação do prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2022, que foi de 29 de abril para 31 de maio, a data limite para o pagamento em quota única em débito automático também foi alterada para a próxima terça-feira (10). Na modalidade de pagamento também é possível parcelar o IR em até oito vezes.

Se o contribuinte declarar o IR depois, poderá pagar a primeira cota ou cota única até o dia 31 de maio, data final de entrega da declaração, mas terá de ser por meio de Darf (Documento de Arrecadação das Receitas Federais).A Receita Federal informou que o contribuinte que declarar após o dia 10 ainda poderá colocar as cotas em débito automático, mas só a partir da segunda parcela.

"Quem desejar optar pelo débito automático da cota única ou da primeira quota em diante deve entregar a declaração até 10/05/2022. Depois dessa data, a opção pelo débito automático somente alcançará da segunda quota em diante", informa o órgão federal. As cotas têm vencimento até o último dia útil de cada mês.

Sou obrigado a declarar o Imposto de Renda 2022?

A entrega da declaração do Imposto de Renda 2022, que teve inicio em 7 março, terminará no dia 31 de abril. Muitos cidadãos ainda têm dúvida se são ou não obrigados a prestar contas para o “leão”. Caso se enquadre em alguma das situações detalhadas abaixo, o contribuinte será obrigado a informar seus ganhos para a Receita Federal.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2022?

A norma geral para este ano, por exemplo, definiu que deveria haver declarado o IR quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021. Além disso, também deveriam ter declarado:

  • Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

  • Quem obteve, em qualquer mês de 2021, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

  • Quem teve, em 2021, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;

  • Quem tinha, até 31 de dezembro de 2021, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

  • Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2021;

  • Quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

É importante estar atento a esses requisitos, pois a multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo pode chegar a até 20% do imposto devido.

Declaração do Imposto de Renda 2022 pode ser feita mesmo para quem não é obrigado

O contribuinte pode declarar sem ser obrigado. Nesse caso, a declaração tem como finalidade receber de volta algum valor de imposto que foi retido na fonte no ano passado, ou simplesmente para comprovar sua renda ou patrimônio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos