Imprensa argentina se alarma com possível ida de Rossi e Quintero para o Flamengo: 'melhor do Boca e melhor do River'

Comentaristas do canal de televisão argentino TyC Sports ficaram incomodados com a possibilidade do Flamengo contratar os jogadores Agustín Rossi, do Boca Juniors, e o colombiano Juan Quintero, ex- River Plate. De acordo com os participantes do programa, o clube carioca vai levar os melhores atletas dos dois times e não irá valoriza-los como merecem.

“Vão levar o melhor do Boca e o melhor do River. Com a assinatura do contrato de Rossi e o encontro com o Boca vão tentar marcar uma reunião com as pessoas que representam Juan. Eles vão montar um timaço”, comentou um dos jornalistas da TyC Sports.

Nesta sexta-feira, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o diretor executivo do clube, Bruno Spindel, viajaram para a Argentina com a estratégia de negociar com o Boca Juniors sobre Agustín Rossi.

Outro ponto de incômodo entre os comentaristas, foi a questão do Flamengo não ver os dois atletas como prioridade. Os homens definiram o ato como irritante.

“O que irrita é que para o Flamengo, eles não parecem ser prioridades pelos nos disseram. Sim, e para o futebol argentino são duas figuras indispensáveis”, afirmou um dos rapazes.

O diário esportivo argentino Olé, publicou um artigo nesta sexta-feira dando a negociação quase como certa, mesmo que não seja para o próximo mês.

“Mesmo assim, o futuro de Rossi está cada vez mais distante do Boca. Caso não seja (imediatamente) vendido ao Flamengo, ainda assinará um pré-contrato com o Mengão para ingressar no último campeão da Libertadores a partir de 1º de julho deste ano, quando o jogador ficar com o passe em mãos”, publicou o Olé.

Além de irem atrás de Rossi, os dirigentes do Flamengo podem ainda estender a viagem para se encontrarem com a equipe do meia colombiano Juan Quintero, que também está na mira do Internacional.