'Início de represálias'

Os talibãs reivindicaram nesta quarta-feira o atentado suicida executado um dia antes, em Cabul, contra o ministro da Defesa afegão. Em comunicado, o grupo afirmou que vai relizar novos ataques contra funcionários do governo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos