Incêndio na Faixa de Gaza mata pelo menos 21 pessoas e deixa vários feridos

Por Nidal al-Mughrabi

GAZA (Reuters) - Pelo menos 21 pessoas morreram e várias outras ficaram feridas após um incêndio em um prédio onde estudantes estavam reunidos para uma festa na Faixa de Gaza, informaram autoridades de Saúde e de Emergência Civil na quinta-feira.

Os bombeiros levaram mais de uma hora para controlar as gigantescas chamas que saíam para fora do teto de um edifício residencial de quatro andares no populoso campo de refugiados de Jabalia, no norte da Faixa de Gaza.

Ambulâncias levaram vários feridos para hospitais locais e para Israel, que junto com o Egito mantém um bloqueio a Gaza, e disse que permitiria a entrada dos que precisassem de tratamento médico.

O Ministério do Interior de Gaza disse que uma investigação inicial revelou que grandes quantidades de gasolina estavam armazenadas no local, alimentando o incêndio que rapidamente engoliu o prédio.

Testemunhas disseram que podiam escutar gritos, mas não conseguiam ajudar as pessoas do lado de dentro por conta da intensidade do fogo.

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, classificou o incidente como uma tragédia nacional e disse que haverá um dia de luto.

Jabalia é um dos oito campos de refugiados em Gaza, que tem 2,3 milhões de pessoas e é uma das áreas mais densamente povoadas do planeta.

(Reportagem de Nidal Al-Mughrabi)

((Tradução Redação São Paulo)) REUTERS AC