Incêndio que deixou 46 mortos em Taiwan começou com incenso esquecido aceso por casal

·1 min de leitura
This handout photo released by the Kaohsiung Fire Department on October 14, 2021 shows firefighters battling an overnight blaze that tore through a building in the southern Taiwanese city of Kaohsiung, killing at least 46 people and injuring dozens of others.  RESTRICTED TO EDITORIAL USE - MANDATORY CREDIT
Prédio tinha mais de 40 anos e estava parcialmente desativado. Foto: Kaohsiung Fire Department/Via AFP
  • Ministério Público quer acusar casal

  • Item foi aceso no primeiro andar do edifício

  • Acidente ocorreu na semana passada

O Ministério Público de Taiwan investiga se um casal pode ter iniciado um incêndio, que matou 46 pessoas em um prédio na semana passada, após deixar um incenso aceso em um quarto, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (18).

De acordo com o órgão, o casal saiu do apartamento, que fica no primeiro andar do prédio, e deixou um incenso aceso, no dia 14 de outubro. As chamas queimaram primeiro o quarto antes de se alastrarem para os andares superiores.

A mulher, de 51 anos, é acusada pelos promotores de não ter apagado o item, e seu marido, de 52 anos, de não ter lembrado a esposa. Ambos foram identificados apenas pelos sobrenomes, Huang e Ko, respectivamente.

O edifício que foi palco do incêndio tem 40 anos e está localizado no distrito de Yancheng. O fogo queimou durante a madrugada e foi extinto pela manhã.

O prefeito de Kaohsiung, Chen Chi-mai, afirmou que o prédio já abrigou restaurantes, salas de karaokê e um cinema, mas estava parcialmente abandonado atualmente.]

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos