Incerteza sobre paradeiro de Dom Phillips permanece

No Brasil, um grupo indígena está à procura de pistas relativas ao desaparecimento, no Vale do Javari, estado do Amazonas, do jornalista Dom Phillips e do perito indígena Bruno Pereira. Foram já encontrados, por mergulhadores do Corpo de Bombeiros pertences dos dois desaparecidos.

Na segunda-feira, o presidente do Brasil tinha anunciado a descoberta de restos mortais durante as buscas e que os "indícios" levavam "a crer que fizeram alguma maldade" a ambos, dizia Jair Bolsonaro, acrescentando estarem a ser realizados testes de ADN.

A família do jornalista britânico tinha recebido informação, pela Embaixada do Brasil, em Londres que os dois corpos tinham sido encontrados, informação desmentida pela Polícia Federal. No terreno, as buscas prosseguem.

Indígenas protestam em Brasília

Na segunda-feira, um grupos de indígenas foi a Brasília protestar por uma maior protecção das suas terras contra a invasão ilegal por madeireiros, pescadores e traficantes de droga e para que o governo federal faça mais para resolver o caso dos dois desaparecimentos.

Os líderes indígenas argumentavam que o governo de Jair Bolonaro negligenciou a protecção dos habitantes da Reserva Javari, lar de mais de 6.000 tribos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos