Indefinição nas pistas: veja como as equipes da Fórmula 1 projetam a temporada de 2023

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A temporada da Fórmula 1 está agitada. O anúncio da aposentadoria de Sebastian Vettel das pistas, na última semana, movimentou os planos das equipes para a próxima temporada. Na metade da competição deste ano, com mais dez GPs a serem disputados até dezembro, algumas modificações nas equipes estão em andamento. Veja quem são os pilotos que estarão de casa nova no próximo ano.

Fernando Alonso

A vaga deixada por Vettel não ficou muito tempo vazia. Três dias depois de revelar que esta é a sua última temporada na Fórmula 1, a Aston Martin anunciou que Fernando Alonso irá disputar o campeonato no próximo ano pela equipe inglesa. A duração exata do contrato não foi revelada no anúncio oficial, que se limitou a dizer apenas que é "plurianual". Ele deve dividir as pistas com Lance Stroll, filho do principal proprietário da equipe, que vê no veterano espanhol uma espécie de mentor para o filho. Com contrato até o final de 2022, a expectativa é que a renovação seja anunciada em breve.

Oscar Piastri

Continuando a dança das cadeiras, a Alpine ficou sem um de seus pilotos para a próxima temporada. A equipe anunciou, então, que promoveria o piloto reserva Oscar Piastri, campeão da Fórmula 2 em 2021, para correr ao lado de Esteban Ocon no próximo ano. No entanto, o australiano desmentiu o comunicado em suas redes sociais. "Sem que eu concordasse, a Alpine fez um comunicado oficial afirmando que eu vou pilotar para eles no próximo ano. Isso está errado, e eu não assinei nenhum contrato com a Alpine para 2023." O recado nas redes veio em meio a rumores de que o australiano se prepara para assinar com a McLaren.

Daniel Ricciardo

Se o acordo de Piastri com a McLaren for mesmo realizado, ele deve ocupar o lugar do conterrâneo Daniel Ricciardo. O piloto tem contrato até o final de 2023, mas o presidente da equipe, Zak Brown, já se mostrou decepcionado com o desempenho do australiano, que ocupa apenas a 12ª posição no ranking da temporada, com 19 pontos. Antes das férias deste mês, no entanto, Brown afirmou que sua relação com o piloto "nunca esteve melhor". No Twitter, Ricciardo se pronunciou esclarecendo que está comprometido com a McLaren até o final do ano que vem e que não irá deixar o esporte. Seu atual companheiro, Lando Norris, tem contrato até 2025.

Guanyu Zhou

O chinês estreou na Fórmula 1 nesta temporada com um contrato de um ano com a Alfa Romeo. Ele ficou marcado pelo GP de Silverstone, quando seu carro capotou em um acidente que envolveu cinco pilotos logo na largada da prova. Ele só pontuou em duas provas em sua única temporada na competição e seu futuro é considerado incerto na equipe italiana. Seu companheiro, Bottas, está garantido no próximo ano.

Alex Albon

Em tom de brincadeira repercutindo a declaração de Piastri nas redes sociais, o piloto inglês anunciou nesta quarta-feira que seu contrato foi estendido com a Willians até o final de 2023. Ao lado de Nicholas Latifi, ocupam as piores colocações no ranking da Fórmula 1, e seu companheiro pode não dirigir ao seu lado no próximo ano. O brasileiro Felipe Drugovich aparece como um dos possíveis nomes para assumir a vaga.

Yuki Tsunoda

A AlphaTauri, parceira da Red Bull, tem vínculo com o francês Pierre Gasly até o final do próximo ano. O mesmo não ocorre com seu companheiro, Tsunoda, cujo contrato termina em dezembro. Ele ocupa a modesta 12ª posição no campeonato, com apenas 11 pontos, e ainda não há informações sobre seu futuro no próximo ano.

Mick Schumacher

O filho do heptacampeão alemão não tem trazido bons resultados para a Haas. Com apenas 12 pontos, 10 a menos que o companheiro Kevin Magnussen, sofre pressão interna na equipe. Ele pontuou pela primeira vez no GP da Inglaterra, quando terminou a corrida no oitavo lugar, e na prova seguinte conseguiu a sexta colocação. Na Hungria, ficou apenas em 14º e precisa voltar a pontuar para seguir sonhando com a renovação do vínculo.

Quem fica

Nas outras equipes, a maioria dos pilotos estão tranquilos com vínculos de longa duração. Na Mercedes, Hamilton e Russell integram o quadro para o próximo ano. Na Red Bull, Pérez tem acordo até o final de 2024, enquanto Verstappen fica até 2028. Na Ferrari, a dupla Leclerc e Sainz tem mais um ano e meio de vínculo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos