Indicado de Valdemar Costa Neto é nomeado presidente interino do Banco do Nordeste

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA — O Conselho de Administração do Banco do Nordeste (BNB) aprovou nesta segunda-feira a nomeação de José Gomes da Costa como presidente interino do banco. A informação foi divulgada pelo BNB em um fato relevante. Costa, que já era diretor Financeiro e de Crédito e acumulará as duas funções, teve sua indicação apoiada pelo presidente do PL, o ex-deputado Valdemar Costa Neto.

Como o GLOBO mostrou, a indicação faz parte de um plano de Valdemar para aumentar sua influência no banco, que envolve uma dança de cadeiras e até a mudança do estatuto da instituição financeira. O BNB é o principal banco regional do Brasil e sua presidência é um dos cargos mais cobiçados por políticos aliados do governo.

O banco está sem presidente desde setembro do ano passado, quando Romildo Rolim foi destituído após um pedido público feito por Valdemar, que havia apadrinhado sua recondução ao cargo no ano anterior. Na época, o presidente do PL gravou um vídeo defendendo a saída de toda a diretoria do banco, depois de ter sido cobrado por Bolsonaro sobre um contrato de R$ 600 milhões do BNB firmado com uma ONG.

Ainda no ano passado, Valdemar chegou a indicar o engenheiro Ricardo Pinto Pinheiro para assumir a presidência. Mas o escolhido não foi aceito.

No plano traçado pelo presidente do PL, Costa deverá alterar o estatuto do banco estatal para flexibilizar as exigências de nomeação de um presidente para permitir que Pinheiro seja nomeado.

Houve resistência ao nome de Costa no governo porque ele já foi filiado ao PT no passado. Entretanto, Valdemar argumentou que a filiação ocorreu apenas no papel e que o economista não atuou de fato no partido de esquerda. De acordo com o registro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a filiação foi cancelada em 2009 e excluída dez anos depois, em 2019.

Funcionário de carreira do banco, Gomes da Costa está na Diretoria Financeira desde dezembro, também por indicação de Valdemar. Antes, ele comandava a superintendência da Bahia, estado de influência do PT.

O BNB vinha sendo administrado interinamente por Anderson Possa, que comanda a Diretoria de Negócios e é funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal. O executivo conta com o apoio do PP, partido do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos