Inflação alcança 12,73% nas capitais em 2021; veja ranking

·1 min de leitura
*ARQUIVO* São Paulo, SP, Brasil, 08-02-2019: Still Mercado. Calculadora de celular. (foto Gabriel Cabral/Folhapress)
*ARQUIVO* São Paulo, SP, Brasil, 08-02-2019: Still Mercado. Calculadora de celular. (foto Gabriel Cabral/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A inflação superou a faixa de 10% em 10 das 16 capitais e regiões metropolitanas pesquisadas em 2021 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Curitiba (PR) foi a metrópole com a maior variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo): 12,73%.

De acordo com o IBGE, que divulgou o indicador nesta terça-feira (11), o resultado da capital paranaense foi puxado pela disparada de 51,78% nos preços da gasolina. Em 2020, Curitiba havia apresentado IPCA de 3,95%.

A segunda maior inflação no ano passado foi verificada em Vitória (ES): 11,50%. Rio Branco (AC) aparece na sequência, com 11,43%.

As demais capitais e regiões metropolitanas com IPCA acima de 10% foram: Porto Alegre (10,99%), Campo Grande (10,92%), Salvador (10,78%), Fortaleza (10,63%), Recife (10,42%), Goiânia (10,31%) e Aracaju (10,14%).

Belém (PA) teve a menor inflação em 2021: 8,10%. A alta, contudo, foi maior do que em 2020 (4,63%).

São Paulo, metrópole mais populosa do país, registrou IPCA de 9,59%. No país, o indicador teve alta de 10,06% no ano passado. É a maior variação do IPCA no Brasil desde 2015 (10,67%).

INFLAÇÃO NAS CAPITAIS

Variação acumulada em 2021, em %

Curitiba (PR) 12,73

Vitória (ES) 11,5

Rio Branco (AC) 11,43

Porto Alegre (RS) 10,99

Campo Grande (MS) 10,92

Salvador (BA) 10,78

Fortaleza (CE) 10,63

Recife (PE) 10,42

Goiânia (GO) 10,31

Aracaju (SE) 10,14

São Luís (MA) 9,91

São Paulo (SP) 9,59

Belo Horizonte (MG) 9,58

Brasília (DF) 9,34

Rio de Janeiro (RJ) 8,58

Belém (PA) 8,1

Fonte: IBGE

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos