Inflação na Turquia superou 80% em agosto

A inflação na Turquia superou a barreira de 80% em agosto ao registrar resultado de 80,21% em ritmo anual, contra 79,6% em julho, um nível recorde de 1998, segundo os dados oficiais publicados nesta segunda-feira.

O aumento dos preço é explicado em boa medida pela desvalorização da lira turca, que em um ano perdeu 55% de seu valor em relação ao dólar.

Ao contrário do que afirma a teoria econômica clássica, o presidente Recep Tayyip Erdogan acredita que as taxas de juros elevadas alimentam a inflação. Neste sentido, o Banco Central turco surpreendeu a todos em meados de agosto ao reduzir a taxa básica de 14% para 13%.

Uma política monetária heterodoxa, que provocou a desvalorização da lira turca e o aumento dos preços.

"O maior problema que enfrentamos agora é o custo de vida", admitiu na semana passada o chefe de Estado turco, que, no entanto, se recusa a mudar a política monetária a apenas nove meses da próxima eleição presidencial.

A oposição e vários economistas acusam o instituto nacional de estatísticas de subestimar consideravelmente o aumento dos preços.

O Grupo de Pesquisa sobre a Inflação (Enag, na sigla em turco), formado por economistas independentes, afirmou nesta segunda-feira que a inflação foi na realidade de 181,4% em ritmo anual em agosto.

A Turquia tem inflação de dois dígitos praticamente em interrupção desde o início 2017.

rba/bt/avl/zm/fp