Inflação de 2021 superou a de 2016, ao contrário do que afirmou auxiliar de Guedes

Informação errada foi reproduzida durante entrevista na TV Brasil, em, 19 de maio de 2022
Informação errada foi reproduzida durante entrevista na TV Brasil, em, 19 de maio de 2022
  • Usuários compartilham trecho de uma entrevista dada em abril de 2022

  • Na ocasião, Sachsida afirmou que a inflação de 2016 foi maior do que a de 2021

  • Dados do Banco Central apontam uma inflação cerca de 60% maior no último ano em relação a 2016

Tem circulado nas redes sociais, com mais de 8 mil interações, um trecho de uma entrevista dada em abril de 2022 por Adolfo Sachsida, quando ainda era chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia. Atualmente ele ocupa o cargo de ministro de Minas e Energia. Na fala, ele aponta que a inflação no Brasil foi maior em 2016 do que em 2021. No entanto, dados oficiais indicam que a inflação de 2021 foi 60% maior do que a de 2016.

Uma busca no YouTube por "Adolfo Sachsida TV Brasil" direcionou à entrevista viralizada, publicada no canal TV BrasilGov em abril de 2021.

Na ocasião, questionado sobre a inflação decorrente da pandemia e da guerra entre Rússia e Ucrânia, Sachsida afirmou que em 2021 a inflação foi mais suave do que a do ano de 2016:

"No Brasil, mesmo com todos esses choques, a inflação de 2016 foi maior do que a de 2021. Ao contrário do resto do mundo, o Brasil se confrontou com um cenário inflacionário em 2016 mais duro do que o atual", alegou.

Mas, de acordo o Banco Central do Brasil, a inflação fechou em 6,29% em 2016. Já em 2021, esse número foi de 10,06%.

Procurado, o ministro Adolfo Sachsida não retornou até a publicação desta matéria.

Afinal, o que é a inflação?

A inflação representa a variação nos preços de bens e serviços ao consumidor. Ela pode ser medida por diferentes indicadores, sendo o principal deles o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), adotado como o oficial no Brasil.

O IPCA avalia a variação média do custo de vida em determinado período entre famílias que recebem de 1 a 40 salários mínimos mensais. Os itens envolvidos nesse cálculo estão relacionados à alimentação, transporte, vestuário, habitação, saúde, educação, dentre outros.

Esses dados são coletados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que mensalmente faz um levantamento sobre o preço de produtos e serviços em diferentes áreas do país. Esses números são comparados aos do período anterior, resultando nos índices da inflação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos