Inflação: KFC coloca pés de galinha no cardápio na China

Marca investe em soluções criativas para driblar a inflação (Getty Image)
Marca investe em soluções criativas para driblar a inflação (Getty Image)
  • A rede de restaurantes aumentou a oferta de comidas do cardápio

  • Para aproveitar todo o frango, o KFC deve começar a oferecer pés de galinha

  • Alimentos ficaram mais caros na China por causa da inflação

Não é só no Brasil que as partes menos comuns do frango estão sendo mais procuradas para driblar a alta dos preços. Na China, os restaurantes estão procurando por soluções criativas para atravessar o período de inflação.

Em entrevista à CNN Business, o CEO da Yum China, Joey Wat, afirmou que a rede de fast food KFC começará a servir um alimento que antes não estava no cardápio. "Posso informar que, para este ano, para 2022, finalmente estamos vendendo pés de galinha”, confirmou.

Com o petróleo mais caro, o custo do transporte também aumentou, encarecendo alimentos. Isso dificulta a operação de setores que lucram vendendo comida.

“Tentamos absorver esse aumento nos preços das commodities, com… plena utilização do frango”, disse Wat em entrevista ao jornal.

Para agravar a situação, a Covid-19 continua impactando a economia local. Durante o período de isolamento social que ocorreu neste ano, as vendas em locais abertos há pelo menos um ano caíram 16% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Contudo, a queda no tráfego de pedestres foi compensada pela maior demanda por entregas, que aumentou cerca de 8% para KFC e Pizza Hut ano a ano. Mesmo assim, as empresas ainda encontram desafios.

Para continuar em operação, durante o segundo trimestre deste ano, a companhia diminuiu a cota para marketing e na publicidade, pediu aos proprietários um desconto no aluguel e solicitou que restaurantes que aproveitassem ao máximo o que tinham. Resultado: agora os clientes também pode comer os pés de galinha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos