Influencer mais atuante na campanha, Felipe Neto mantém atividade intensa nas redes mesmo após vitória de Lula

Menos de 24 horas após o TSE declarar Luiz Inácio Lula da Silva como presidente eleito, o influencer Felipe Neto continua com um "FORA BOLSONARO" na bio de seu Twitter. Mesmo após seu candidato confirmar a vitória, ele não vai descansar da intensa mobilização política na qual se lançou nos últimos meses. E já prometeu uma live para esta segunda-feira, 31, às 19h.

"Descanso nada, eu QUERO CELEBRAR!", tuitou o influencer.

Neto foi um dos maiores aliados de Lula nas redes, mas não fez parte oficial da campanha. Há muitas razões para este apoio, mas a maior delas remonta a um episódio ocorrido em março deste ano, quando ele foi intimado pela polícia a pedido da família Bolsonaro. Um delegado pedia sua prisão por "corrupção de menores". Em uma postagem em seu instagram nesta segunda-feira, Neto diz que seu crime foi ter "xingado o presidente". Nesse dia, ele fundou o escritório de advocacia "Cala-boca já morreu", com o objetivo de ajudar pessoas perseguidas politicamente.

O engajamento não parou por aí. Neto foi tão ativo na campanha, que acordou fazendo dancinhas de alegria no day after após a batalha eleitoral.

Com seus milhões de seguidores, e um alcance que vai além das bolhas políticas, Neto foi um aliado importante da campanha de Lula. Ele aproveitou sua popularidade para tornar denúncias de corrupção contra Bolsonaro mais conhecidas. Há pouco mais de cinco anos, isso seria impensável, já que Neto ganhou fama como um opositor ferrenho do PT. Em setembro, ele pediu desculpas a ex-presidente Dilma Roussef e a outras lideranças do partido "por ter propagado o antipetismo, o discurso golpista e o ódio à esquerda".

"Ontem pude olhar nos olhos da Presidenta Dilma e pedir perdão. Perdão por ter propagado o antipetismo, o discurso golpista e o ódio à esquerda. O amor que ela me deu em retorno foi algo que nem consigo explicar a vcs. É esse amor que vai vencer dia 02", disse Felipe Neto no post.

A importância de Neto para a campanha de Lula foi reconhecida no dia da eleição pelo deputado André Janones, que também atuou nas redes como um aliado do candidato.

No dia 29, logo antes da eleição, Neto fez um balanço sobre sua própria atuação.