Influenciado pela pandemia, Outroeu lança clipe e música com beat eletrônico para animar os dias dos fãs

Danilo Perelló
·2 minuto de leitura
outroeu1.jpg

A nova rotina na pandemia mudou a forma como Mike Tulio e Guto Oliveira, que formam o duo Outroeu, produzem suas novas músicas. Eles já tinham começado a introduzir beats eletrônicos no lançamento de "Oceana", EP do ano passado que teve participação dos amigos da Melim. Mas agora a presença está mais forte no novo lançamento deles, "Preciso dizer", que teve o clipe lançado nesta sexta, dia 9.

— Acho que "Oceana" estava 30% beat e agora fomos para 60%. Isso aconteceu exatamente por estarmos mais em casa, coisa que acho que não fiz a vida toda. Mike já estava produzindo e criando. Facilitou experimentar esse novo lance e misturar um pouco com os instrumentos orgânicos também — explica Guto, que frisa que eles pensam cada canção em seu momento e ainda este ano também podem voltar ao estilo folk tradicional.

Além de ter o beat que deixa a música mais animada em relação a outras canções ligadas ao pop romântico que eles já lançaram, "Preciso dizer" tem uma letra que estimula o público a tentar deixar o próprio dia bom e agradável, mesmo reconhecendo a dificuldade do momento.

— A gente se sentiu, em algum ponto da pandemia, querendo buscar coisas leves. Buscando umas playlists nessa linha, um pouquinho mais pra cima. Tudo tá muito lligado com a nossa busca também. Não de uma forma pretensiosa, mas só de estarmos tentando ajudar, já nos agrada — completa Mike, que também ressalta que o momento impactou no processo criativo deles: — Estamos trabalhando para nos mantermos com a cabeça legal. Somos agradecidos por tudo. Mas o processo criativo ficou umas dez vezes mais difícil na pandemia.

Enquanto tudo não melhora, o duo de Nova Iguaçu que ganhou visibilidade depois da participação no programa "Superstar", da TV Globo, imagina quando poderá ver o público dançando e curtindo esse beat ao vivo.

— Só pensamos no show. Temos o lado romântico e mais calmo, mas gostamos também de levantar o público. Vamos tentar mesclar isso também. Focamos em fazer uma música para estarmos felizes para assim animar o público, o show é para eles — conclui Guto.