Influenciador é preso em MG por insistir em sorteio ilegal de carro de luxo

Influenciador Big Jhow foi preso por rifas ilegais - Foto: Reprodução
Influenciador Big Jhow foi preso por rifas ilegais - Foto: Reprodução
  • Influenciador foi preso em Minas Gerais por realizar rifa ilegal de carro de luxo

  • Elizeu Cordeiro havia tido veículos apreendidos na semana passada

  • Mesmo assim, o influenciador insistiu na realização da rifa ilegal de uma Lamborghini

O influenciador Elizeu Silva Cordeiro foi preso na manhã desta quarta-feira (16) em Esmeraldas, Minas Gerais, em meio à segunda fase da Operação Huracán da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Conhecido como Big Jhow, ou "Rei das Rifas", o rapaz é acusado de participação em um esquema de rifas ilegais e lavagem de dinheiro com empresas de fachada.

Na semana passada, Elizeu teve dois veículos e duas lanchas apreendidos pela polícia. A prisão se deu porque ele insistiu em seguir rifando um destes carros, uma Lamborghini.

"A prisão foi requerida como garantia da ordem pública porque o influenciador continuou com o sorteio ilegal do veículo Lamborghini mesmo após o sequestro judicial do carro, agora com a promessa de entrega de valor correspondente ao do veículo", explicou a PCDF ao g1.

Responsável pelo pedido de prisão no último domingo (13), o juiz do plantão judicial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF) explicou que "não se trata de simples rifa de bem de valor desprezível, mas de operação milionária, cujo produto fatalmente terá que ser branqueado".

Insistência na realização da rifa

Em comunicado divulgado no fim de semana, Elizeu afirmou que não estava conseguindo "dormir direito" e que sua principal preocupação era com "vocês, que estão participando".

No mesmo texto, o influenciador afirmou que as pessoas participantes da rifa da Lamborghini "não ficarão no prejuízo".

"Foram bloqueadas todas as minhas contas, a Lamborghini foi apreendida, como a maioria de vocês já sabe. Mas eu vou ir até o final dessa ação, não vou prejudicar vocês, que sempre confiaram e participaram dos meus projetos."