Influenciadora digital é morta a tiros em emboscada, depois de marcar encontro com falso cliente pelo Instagram

·1 minuto de leitura

A influenciadora digital Paulina Arreola Perez, de 26 anos, foi assassinada na última quarta por atiradores em um encontro com um falso cliente, na Cidade do México. Segundo informou o jornal britânico The Sun, a mexicana estava com o amigo Eduardo Arturo Trejo, que também morreu no ataque. Ela iria encontrar um homem que havia conhecido no Instagram e que mostrou interesse em comprar os seus sapatos.

Paulina era namorada de Alexis 'El Alexis' Martinez, um dos líderes do cartel mexicano La Union Tepito, organização criminosa conhecida pelo envolvimento em sequestros, assassinatos, extorsão e venda de drogas na capital mexicana. Alexis também foi assassinado em março deste ano, por um homem que se passou por entregador de comida, na cidade de Zapopan, também no México.

Com quase 100 mil seguidores, ela ostentava uma vida de muitas viagens pelo mundo, em cidades como Dubai, Toronto e Atenas, ao lado do ex-namorado. O jornal afirma que parte destas despesas teriam sido pagas com cartões de crédito clonados.

Ela é a terceira namorada de membros do cartel que é assassinada nos últimos dois anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos