Influenciadora digital é presa ao tentar fazer reserva em apartamento por temporada usando cartões clonados

·1 min de leitura

RIO - A estudante de Direito e influenciadora digital, Ingrid Caroline Borges Gonçalves, de 20 anos, foi presa em flagrante por policiais da 14ª DP (Leblon), acusada de tentativa de estelionato. Segundo os agentes, no momento da prisão, a jovem tentava fazer check-in num apartamento na Avenida General San Martin, no Leblon, na Zona Sul do Rio, alugado para temporada pelo site da administradora do imóvel.

De acordo com a polícia, Ingrid utilizava dados de cartões clonados para fazer a reserva. A acusada foi autuada em flagrante pelo crime de tentativa de estelionato. A estudante de Direito é influenciadora digital e possui 188 mil seguidores apenas em uma rede social. A jovem pagou fiança e já foi liberada.

A estudante costuma postar em seu perfil imagens de viagens por diferentes estados do Brasil. Em muitas fotos ela aparece em pontos turísticos.

A ação que resultou na prisão, ocorrida nesta segunda-feira, foi coordenada pela delegada Camil Lourenço.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos