Influente líder xiita Sadr quer governo de 'maioria' no Iraque

·1 min de leitura
Meninos brincando em frente ao retrato do influente líder xiita Moqtada Sadr, na capital iraquiana Bagdá (AFP/AHMAD AL-RUBAYE)

O influente líder xiita Moqtada Sadr, cujo partido venceu as últimas eleições legislativas no Iraque, reiterou nesta quinta-feira (18) a necessidade de formar um governo de "maioria" e pediu aos "perdedores" que ajam com bom senso, após semanas de tensão.

De acordo com os resultados preliminares das eleições legislativas antecipadas de outubro, a formação de Sadr teria obtido mais de 70 assentos no Parlamento, de um total de 329.

Desde então, ele não parou de reivindicar que o primeiro-ministro deveria ser alguém de seu partido.

"Nossas opções são um governo de maioria ou ir para a oposição", disse Sadr em uma coletiva de imprensa.

Analistas sugerem que seu partido poderia se aliar ao influente chefe do parlamento, o sunita Mohamed al Halbusi, e ao Partido Democrático do Curdistão (PDK, do líder curdo Masud Barzani) para formar uma maioria parlamentar.

E, referindo-se às "forças políticas consideradas perdedoras nas eleições", Sadr enfatizou: "sua derrota não deve abrir o caminho para a ruína do processo democrático no Iraque".

“O que estão fazendo os fará perder o seu passado e vai acentuar a rejeição da população”, acrescentou.

Desde as legislativas, simpatizantes dos ex-paramilitares de Hashd al Shaabi, insatisfeitos com o resultado, realizaram um protesto na capital e tentaram penetrar na Zona Verde - guardada por medidas de alta segurança - onde estão localizadas as instituições governamentais e embaixadas.

ak/tgg/gde/bk/jvb/mb/ap/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos