Inglaterra vai reduzir período mínimo de isolamento pela Covid para cinco dias

·1 min de leitura
Secretário de Saúde britânico, Sajid Javid

LONDRES (Reuters) - O período mínimo de autoisolamento para a Covid-19 na Inglaterra será diminuído de sete para cinco dias caso a pessoa tenha dois resultados negativos de teste para a doença, afirmou o secretário de Saúde britânico, Sajid Javid, na quinta-feira, uma medida que pode diminuir a escassez de funcionários em empresas e infraestrutura.

A rápida propagação da variante Ômicron alimentou uma alta recorde de casos de Covid-19 no Reino Unido, surto que causou grandes interrupções de serviço e escassez de profissionais em hospitais, escolas e transportes, por conta do autoisolamento.

"Tomamos a decisão de reduzir o período mínimo de autoisolamento para cinco dias completos na Inglaterra", disse Javid ao Parlamento.

"A partir de segunda-feira, as pessoas podem se testar duas vezes antes, deixando o isolamento no início do dia seis".

O governo havia reduzido anteriormente o período de isolamento de 10 para sete dias para as pessoas na Inglaterra que receberem um resultado negativo nos testes rápidos por dois dias consecutivos.

O Reino Unido reportou 151 mil mortes pela Covid-19 no total. É a sétima maior marca do planeta, com a ampla maioria das mortes acontecendo em ondas anteriores da pandemia.

Apesar dos recordes em casos diários de Covid-19, a campanha por doses de reforço e a menor gravidade da variante significam que as hospitalizações e mortes não cresceram de maneira tão brusca.

(Reportagem de Alistair Smout)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos