Iniciativa cria alfabeto que possibilita leitura para cegos e pessoas que enxergam

Como aproximar estudantes cegos dos que conseguem enxergar? Pensando nisso, a Associação Tailandesa de Cegos, em parceria com a BBDO Proximity, criou um livro especial para que os jovens pudessem ler ao mesmo tempo.

Deficientes visuais normalmente utilizam livros utilizando a letra Braille, grafada em alto relevo para que os cegos leiam ao passar seus dedos em cima dos símbolos, diferente dos usados por pessoas com a visão perfeita. Essa diferença acaba levando a separação entre crianças cegas e as que podem enxergar.

O novo livro, que foi disponibilizado na internet, é escrito em Braille e foi completado para que as crianças que enxergam possam ler também. Uma ideia simples que pode mudar a maneira como as crianças se relacionam nas escolas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos