Instagram remove conta de Robert F. Kennedy Jr. por desinformação sobre vacinas contra Covid-19

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Devido a uma sequência de publicações enganosas sobre as vacinas contra o coronavírus, o Instagram removeu nesta quarta-feira (10) o perfil de Robert F. Kennedy Jr., sobrinho do ex-presidente John F. Kennedy (1917-1963) e filho do ex-senador e ex-procurador-geral dos EUA Robert F. Kennedy (1925-1968). De acordo com o Wall Street Journal, uma porta-voz do Instagram afirmou que a empresa removeu permanentemente a conta "por compartilhar repetidamente alegações desmentidas sobre o coronavírus ou as vacinas". Kennedy tinha mais de 800 mil seguidores na rede social antes do encerramento da conta. Seus perfis no Facebook e no Twitter, onde ele também faz várias publicações tentando colocar sob suspeita a eficácia de diversos tipos de vacinas, porém, continuam disponíveis e, juntos, somam mais de 500 mil seguidores. Ainda segundo o jornal americano, Kennedy aparece em uma lista de principais influenciadores antivacina do Centro de Contenção de Ódio Digital, um grupo sem fins lucrativos que combate o extremismo e a desinformação na internet.