Instagram vai exigir data de nascimento de usuários em ação para proteger crianças

·1 minuto de leitura
Silhuetas de pessoas usando smartphones, com logotipo do Instagram ao fundo.

Por Sheila Dang

(Reuters) - O Instagram começará a exigir que os usuários confirmem suas datas de nascimento como parte de um esforço para criar novos recursos de segurança para jovens, disse o aplicativo de mídia social do Facebook.

O Instagram explorou uma versão de seu aplicativo para crianças menores de 13 anos, o que fez parlamentares pedirem que o Facebook desistisse dos planos, dizendo que a empresa de mídia social "tem um histórico claro de falhas em proteger as crianças em suas plataformas".

O Instagram disse que usará as informações para "garantir que fornecemos experiências certas para a faixa etária certa".

No mês passado, a empresa disse que padronizará os usuários com menos de 16 anos para uma conta privada quando ingressassem na plataforma.

O aplicativo disse que pedirá aos usuários seus aniversários quando eles abrirem o Instagram e, em seguida, mostrará várias notificações se o usuário não inserir a data de aniversário. Em algum momento, os usuários serão obrigados a enviar sua data de nascimento para continuar usando o aplicativo, disse a empresa.

As mudanças afetarão apenas os usuários do Instagram que não compartilharam antes sua data de nascimento no aplicativo. O Instagram afirmou que está ciente de que alguns usuários podem inserir uma data de nascimento falsa e disse que está desenvolvendo uma nova tecnologia para resolver esses problemas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos