Instituto do fundador das Casas Bahia suspende atividades após denúncias de exploração sexual de menores

·1 minuto de leitura
Imagem ilustrativa. (Foto: Getty Images)
Imagem ilustrativa. (Foto: Getty Images)
  • Instituto Samuel Klein anunciou suspensão de atividades.

  • Organização levava nome do fundador das Casas Bahia e trabalhava com foco em educação e primeira infância.

  • Samuel Klein é acusado de manter uma rede de aliciamento e exploração sexual de menores.

O Instituto Samuel Klein, mantido por netos do fundador das Casas Bahia, anunciou a suspensão de suas atividades, no contexto de uma “profunda reflexão e consequentemente transformação e ressignificação” dos seus objetivos. As informações são de reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

Leia também:

A suspensão vem após as denúncias de que o fundador das Casas Bahia mantinha um esquema de aliciamento de menores e exploração sexual, tanto nas unidades da rede de varejo quanto em imóveis particulares.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O filho de Samuel Klein, Saul Klein, também é acusado por mulheres de ter mantido uma rede de exploração sexual que envolvia até tortura.

O Instituto Samuel Klein, que trabalhava com projetos de educação e primeira infância, publicou um comunicado comentando a decisão de suspender suas atividades.

“As acusações são de extrema gravidade, nos chocaram e geraram profunda perplexidade”, informa comunicado reproduzido pela Folha. “Ressaltamos desde logo que não iremos contemporizar com qualquer atitude, de quem quer que seja, que não se alinhe com os nossos valores de ética e integridade.”

O Instituto foi criado em 2014, mesmo ano da morte de Klein, aos 91 anos.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos